28 de agosto de 2017
Dia do Bancário é para lembrar que só a luta garante os direitos

28 de agosto comemora-se o Dia do Bancário. A data nasceu após muita luta da categoria e e resultou na criação de vários sindicatos pelo Brasil. O Sindicato dos Bancários do Extremo Sul da Bahia (Sindibancários) atua há 29 anos na região, organizando a luta dos bancários e também na contribuição com os movimentos sociais.

Este ano, o Sindibancários destaca que o período que o Brasil vive, com o golpe em 2016, é de retirada de direitos e de entrega do patrimônio brasileiro. A resposta dos bancários será fortalecer a luta: “Estamos vivenciando o sucateamento das empresas públicas. Mas vamos responder com mais mobilização, em defesa dos nossos bens públicos, pela manutenção dos empregos e pela democracia no país”, garante Carlos Eduardo Coimbra, coordenador-geral do Sindicato.

Convenção Coletiva dos bancários garante aumento real

A partir do dia 1º de setembro, data base da categoria, os bancários terão reposição total da inflação (INPC) mais 1% de aumento real em salários e demais verbas, inclusive na PLR (Participação nos Lucros e Resultados). Uma conquista da Campanha Nacional Unificada 2016, após 31 dias de uma greve histórica, o acordo de dois anos garantiu aumento real e, em meio a uma conjuntura de desmonte trabalhista, preservou direitos previstos na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) até 31 de agosto de 2018.

A estratégia mostrou-se ainda mais acertada diante da política de retirada de direitos pelo governo Temer com a reforma trabalhista e a terceirização irrestrita.
Só a luta te garante! Nenhum direitos a menos!

EDUCAÇÃO PÓS GOLPE-PEC241=PEC55-CONGELA EM 20 ANOS INVESTIMENTOS

Praça da Independência, 308 - CEP: 45836-000 – Itamaraju – BA -Tel.:(73) 3294.3413