Bancários e bancárias do Extremo Sul sofrem com negligência dos bancos.

BANCO DO BRADESCO – PORTO SEGURO Nesta semana, duas agências do Banco do Bradesco de Porto Seguro foram fechadas, dado que, mais de 60% dos seus trabalhadores testaram positivo para Covid-19. Há dias os funcionários apresentaram sintomas gripais, mas mesmo assim, de forma negligente e irresponsável, o Bradesco convocou os bancários e bancárias para trabalhar; descumprindo o protocolo acordado e estabelecido desde o início do período pandêmico. O banco ainda obriga seus funcionários a trabalharem em casa mesmo sem condições mínimas de saúde. Sabe-se que o ambiente bancário é propício a disseminação viral, pois o número de pessoas que se reúne e passa pelo mesmo lugar é alto. Além de quê, as unidades são fechadas e o ar que circula são dos ares-condicionados. Mantivemos contato com a gerência regional do Bradesco, relatando a precariedade do atendimento em decorrência do fato apresentado, com a redução do quadro. Entretanto, a mesma contrapôs a necessidade de reajustar o quadro de funcionários, entendendo como suficiente este que lá se encontra atendendo. Essa conduta só mostra desrespeito do banco para com seus funcionários que estão sobrecarregados, sofrendo agressão verbal dos clientes insatisfeitos com o péssimo atendimento. O Sindicato dos Bancários do Extremo Sul da Bahia (SINDIBANCÁRIOS), repudia as atitudes do Bradesco e exige respeito aos trabalhadores e clientes.

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL E BRADESCO – EUNÁPOLIS Funcionários da Caixa (0075) e do Banco do Bradesco (6461) também apresentaram sintomas gripais nos últimos dias. Contudo, ambos os bancos fizeram valer o protocolo de sanitização e afastaram os trabalhadores para os devidos cuidados médicos. Neste caso, o Bradesco realizou a testagem de seus funcionários; por outro lado, a CEF ainda não realizou. Estamos dialogando com a superintendência para que seja realizado os testes de Covid-19 o mais rápido possível.

BANCO SANTANDER – PORTO SEGURO O banco Santander informou que a agência da cidade de Porto Seguro encontra-se fechada temporariamente devido a contaminação entre os trabalhadores e trabalhadoras da unidade.

Fonte: Redação SINDIBANCÁRIOS 

wix-icones.png

@sindibancariosba

Ativo 1.png