Em protesto contra as demissões e metas abusivas Sindibancarios promove manifestação no BRADESCO de

Com o tema #QueVergonhaBradesco, diretores do Sindicato dos Bancários do Extremo Sul da Bahia (SINDIBANCÁRIOS) realizaram na manhã desta terça feira 23/11, uma manifestação de protesto contra as demissões promovidas pelo Bradesco na unidade como em toda a região. Na avaliação do diretor coordenador geral da Entidade, Sr. Moisés Araujo, o impacto das demissões afeta a saúde dos bancários, prejudica as condições de trabalho pois as metas são cada vez mais abusivas e causa sofrimento aos clientes, principalmente aos aposentados e idosos.

A também Diretora da Entidade, Sra Joelma Souza ressalta que o Bradesco acumula recordes de lucros. “É o reflexo do trabalho dos seus funcionários. Em troca, eles recebem assédio, desrespeito e falta de segurança, disse a Dirigente Sindical. Em seu depoimento, o também funcionário da empresa em Porto Seguro, Sr Tiago Amorim relata que o segredo do Bradesco lucrar tanto, mesmo em um ano de pandemia, é cobrar metas abusivas de seus funcionários. “O sofrimento físico e mental dos bancários está nas alturas. Trocar saúde por lucro é justo?” questiona Tiago. A entidade sindical informou que o Bradesco lucrou 73,6% a mais do que no ano passado, só no primeiro trimestre de 2021. No mesmo período, demitiu 8.547 bancários. Nos últimos 12 meses, o Bradesco fechou 1.088 agências. As pessoas que têm contas na instituição, agora, esperam em filas que só crescem. Além das horas de espera, aumentou o deslocamento para chegar até lá, em especial para os mais pobres.

wix-icones.png

@sindibancariosba

Ativo 1.png