top of page

GT reforça cobrança de melhorias para caixas, tesoureiros, e avaliadores de penhor

Foto: Acervo Sindibancários

Os problemas enfrentados por avaliadores de penhor, caixas e tesoureiros nas unidades da Caixa foram retomados nesta quinta (20) no GT Caixas, Tesoureiros e Avaliadores de Penhor. O grupo de trabalho é uma conquista da Campanha Nacional 2022.


“Tivemos alguns avanços na reunião para questões que dificultam o dia a dia desses trabalhadores. O banco está com outra postura em relação as nossas reivindicações, mas queremos assegurar nesse fórum medidas efetivas para melhoria das condições de trabalho.


Temos diversas questões a serem resolvidas, sendo a principal o fim da função minuto”, reforçou a coordenadora da Comissão Executiva dos Empregados (CEE) da Caixa, Fabiana Uehara Proscholdt.


Na reunião, os representantes da Caixa anunciaram que está prevista para 2023 a adequação de mobiliários em 400 unidades do banco. Como fruto dos apontamentos feitos na reunião anterior, a Caixa fará um piloto em 10 unidades em diferentes regiões do país, que já foram reformadas, para ajuste na gaveta dos caixas e, caso seja aprovado, será feita a compra para reparação desse mobiliário.


Os representantes dos trabalhadores destacaram a importância dos equipamentos serem testados antes da aquisição por quem efetivamente usa. “E isso vale não só com o mobiliário, mas também com os sistemas”, complementou a coordenadora da CEE.

Segundo relatos dos trabalhadores, as últimas aquisições de mobiliários não atenderam as necessidades de ergonomia, gerando maior adoecimento entre os trabalhadores. Foi sugerida a criação do fórum de usuários para evoluir na melhoria dos processos. Proposta foi acatada pela Caixa.


Os membros do GT, que representam os empregados, pediram a listagem das unidades a serem reformadas para que as entidades sindicais possam acompanhar as mudanças.

Um avanço importante, anunciado no GT, foi o acesso aos sites de domínio Caixa nas estações financeiras. Isso será possível com a implantação da nova versão do Sisag, que começará na segunda quinzena de maio e deve ser concluída em junho. Os trabalhadores defendem a ampliação do acesso a outras ferramentas (caixamail e teams, por exemplo) e sites com extensão "gov.br" para facilitar a validação de documentos.


A próxima reunião do GT, ficou agendada para 18 de maio, um dos pontos a serem debatidos é a TI.

Commentaires


wix-icones.png

@sindibancariosba

Ativo 1.png
whatsapp-logo-2022.png
bottom of page