top of page

Governo reduz verba de tratamento de câncer para garantir orçamento secreto

Atual gestão propõe cortar pela metade dinheiro para compra equipamentos e remédios em 2023



O atual governo federal cortou quase pela metade a verba para tratamento do câncer, para garantir dinheiro para o orçamento secreto. A verba para cuidados com a doença passa dos atuais R$ 175 milhões para R$ 97 milhões no ano que vem. Segundo noticiado, o corte afetará a compra de aparelhos médicos, como tomógrafos, máquinas de raio-X e desfibriladores, bem como remédios e equipamentos, como macas ou cadeiras de rodas. Os cortes serão feitos nos repasses do Ministério da Saúde a estados, municípios e entidades sem fins lucrativos voltadas ao atendimento a pessoas com câncer.


Desmonte é geral


Os cortes também atingem a construção, ampliação ou reforma de estruturas de saúde existentes, o atendimento à pessoa com doenças crônicas, cuidados a gestantes e bebês, a atenção à pessoa com deficiência e apoio à pessoa com transtornos mentais ou dependente de drogas. Moradores de áreas remotas da Amazônia, que contam com serviços de profissionais do Exército e da Marinha, também enfrentarão sérios problemas. As organizações militares, que recebiam R$ 21 milhões por ano, terão apenas R$ 8,1 milhões para esse atendimento. Há pouco tempo, o atual governo já tinha desfalcado o programa Farmácia Popular.

Comentarios


wix-icones.png

@sindibancariosba

Ativo 1.png
whatsapp-logo-2022.png
bottom of page