Assedio Moral


Tão antigo quanto o próprio trabalho, o assédio moral é umas das principais causas de adoecimento psicológico entre o trabalhador. No entanto, muitas vezes o assunto é negligenciado ao ponto de o empregado não perceber a prática, se tornando vítima fácil. O trabalhador deve estar atentos à prática abusiva e identificar os sinais. De início, é preciso definir assédio moral como exposição a situação humilhante ou vexatória, de maneira sistematizada ou repetitiva, que afeta a dignidade da pessoa.

Outra forma de identificar é através das palavras utilizadas, gestos ou atitudes que tenham a intenção de ferir a integridade física ou psicológica. O agressor, em muitas situações, dá instruções confusas ou incompletas para prejudicar o trabalho e logo depois atribuir erros imaginários, com críticas em público.

O menosprezo ao trabalho do outro publicamente e a associação da não realização de tarefas a um problema mental ou físico também podem ser enquadrados como assédio moral.

A prática é repreendida com veemência pelo Sindicato dos Bancários do Extremo Sul da Bahia, que presta apoio jurídico às vítimas de assédio moral. A denúncia deve ser feita para coibir a ação que, muitas vezes, leva ao adoecimento.

wix-icones.png

@sindibancariosba

Ativo 1.png